Deixe seu recado aqui:

sábado, 27 de agosto de 2011

Rebelião em igreja deixa seqüelas nos crentes


A falta de consenso, seja por motivos espirituais ou simples disputa de poder, levou a cristandade a grandes rachas, como o ocorrido em 1054, entre cristãos do Ocidente e do Oriente, ou a Reforma Protestante do século 16.
No início, o Evangelho espalhou-se graças à presença do próprio Senhor Jesus. Mais tarde, após sua morte e ressurreição, coube aos novos convertidos ao recém-criado cristianismo romper com suas tradições religiosas e sair pregando as boas-novas do Reino. Em pouco tempo, a nova fé cresceu e, como não poderia deixar de ser, surgiram as primeiras divergências entre seus seguidores. A lei de Moisés perdera a validade ou não? Os mortos voltariam à vida antes ou depois do retorno do Senhor? A circuncisão continuava obrigatória? Depois, vieram as diferenças teológicas – e mesmo gigantes da fé, como os apóstolos Paulo e Pedro, tiveram lá suas diferenças por causa de interpretações conflitantes acerca do Evangelho. Quando a Igreja ganhou formas institucionais e o clero se fortaleceu, as divisões passaram a ocorrer, principalmente, por questões internas e administrativas. A falta de consenso, seja por motivos espirituais ou simples disputa de poder, levou a cristandade a grandes rachas, como o ocorrido em 1054, entre cristãos do Ocidente e do Oriente, ou a Reforma Protestante do século 16.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

HINÁRIO CRISTÃO



TUDO QUE TEM FÔLEGO,
LOUVE AO SENHOR ! 
Uma coletânea de louvores conhecidos e usados pelo povo de Deus. 
Adoração
Confraternização
Exaltação
Edificação 


1
A MENSAGEM DA CRUZ

Rude cruz se erigiu, dela o dia fugiu
Como emblema de vergonha e dor
Mas contemplo esta cruz
Porque nela Jesus
Deu a vida por mim pecador

Refrão: Sim, eu amo a mensagem da cruz
T’ morrer eu a vou proclamar
Levarei eu também minha cruz
T’ por uma coroa trocar

Desde a glória dos céus, o cordeiro de Deus
Ao calvário humilhante baixou
Essa cruz tem pra mim
Atrativos sem fim
Porque nela Jesus me salvou

Nessa cruz padeceu e por mim já morreu
Meu Jesus para dar-me o perdão
E eu me alegro na cruz
Dela vem graça e luz
Para minha santificação

Eu aqui com Jesus, a vergonha da cruz
Quero sempre levar e viver
Cristo vem me buscar
E, com ele no lar
Uma parte da glória hei de ter

OS FILHOS DO REINO MATEUS 13.38



LIVRO DOIS

Preparado pelo Dr. Raúl Ariel Jiménez Cortés

RESUMO DO LIVRO 01

Já sabemos do propósito que Deus tinha para o Homem, e de como o próprio homem, por livre escolha decidiu se afastar do Caminho e perdeu o Éden, saiu de sua posição original em que fora criado e Satanás lhe tomou sua realeza e domínio. 
Sabemos que com o chamado de Abraão, Deus começa a implantação do Reino em oposição ao domínio do inimigo do homem. Tanto é assim que Jacó profetizou sobre Judá que o cetro (soberania) não se afastaria dessa tribo até a vinda de Siló. Logo a seguir quando Israel é liberto do Egito, Deus relembra para Moisés o Seu propósito com Israel. O alvo e ideal de Deus para o povo, era que ele fosse Seu, e uma nação de reis e sacerdotes. 
Devemos manter isto sempre em mente, pois somente assim vamos compreender mais tarde a razão pela qual João Batista e Jesus iniciaram o ministério pregando que o Reino de Deus estava próximo (Mateus 3.1 e Mateus 4.17). 
Lembre que o propósito que Deus tinha para Israel era um projeto divino para estabelecer uma nação de reis e sacerdotes, pois somente assim se estaria implantando o Reino de Deus em oposição direta com o império das trevas. (Colossenses 1.13). Era o desejo de Deus que o povo entendesse o verdadeiro significado de ser um Reino --- Que a tribo de Judá implantasse a realeza e a tribo de Levi implantasse o sacerdócio. 
Já sabemos que foi Davi o homem escolhido para dar início ao processo de restabelecer o Reino de Deus, e ele foi abençoado ao conquistar inúmeras nações vizinhas para estabelecer as doze tribos na terra prometida.



OS FILHOS DO REINO MATEUS 13.38


LIVRO UM

Preparado pelo Dr. Raúl Ariel Jiménez Cortés

SÍNTESE

A HISTÓRIA DA HUMANIDADE PODE SER RESUMIDA DESTA FORMA

1. Deus, quando criou o homem o fez para ter vida plena, ou seja, uma perfeita qualidade de vida, uma vida eterna. O colocou no lugar ideal e especialmente preparado para ele e seus descendentes, eles poderiam habitar na terra como um rei sobre seu domínio. Lhes deu soberania, domínio e realeza.


2. O domínio e soberania do homem sobre a terra, que inicialmente tinha sido dado por Deus, foi usurpado, ou seja, alguém tirou do homem usando o engano, a fraude e a mentira. Quando o homem escolhe a desobediência, então o controle do planeta passou para Satanás.

3. Deus começa um Plano de Restauração (Salvação), implantando inicialmente uma aliança com um povo, com Israel. No tempo da Antiga Aliança, ou Velho Testamento o objetivo maior do diabo era trazer ignomínia sobre Israel, destruir a nação e desafiar a Deus dizendo que jamais iria conseguir restaurar a soberania do homem. O inimigo de Deus conseguiu seus intentos fazendo com que os líderes religiosos de Israel se desviassem do propósito eterno de Deus.

Mas, algo muito bom estava para acontecer – Era uma Boa Nova. Era uma Nova Aliança.

4. Deus então fez uma Nova Aliança com um grupo de pessoas. A esperança de restauração começou quando o Filho entrou no cenário humano – O mais extraordinário acontecimento foi a Vinda de Jesus a este mundo – Então, Ele falou do Reino de Deus. Foi então que o inferno tremeu, porque uma autoridade maior voltava para restaurar o que se havia perdido.

5. Desde então começou a Restauração do Governo Divino, uma reforma realizada por um poder que era desconhecido do homem, um poder libertador, restaurador, que cura, salva, renova, transforma e dá vida nova, com nova alegria. Esse poder é o Evangelho.

6. O objetivo de Satanás é que toda a humanidade permaneça sem nenhuma esperança de restauração. A “serpente” se enrolou em torno do coração e o transformou num coração miserável, perdido e afundado na lama do pecado e do medo. O diabo cuspe seu veneno sobre os que procuram por algo mais do que uma religião, e os engana, dizendo que não é possível alguém conhecer a verdade. Estamos dizendo ao mundo que o diabo não é mais a poderosa serpente que se enrola no coração humano.

7. A Boa Nova é que hoje é possível a libertação. Existe restauração para homens e mulheres pela poderosa obra do Evangelho. Existe sim a possibilidade de você conhecer a verdade. É possível também você participar da herança dos santos, a herança do Reino, no presente e no futuro.

8. A Igreja com a qual Ele fez uma Aliança é a que desde o momento da cruz até a atualidade sustentou sempre a mensagem da Boa Nova da inauguração de um Reino em oposição ao controle de Satanás sobre o mundo. A Nova Aliança significa liderança restaurada. Você vai compreender que o Evangelho é “preparação” para o futuro Reino da Glória.

9. Jesus entregou as chaves do Reino para Seu povo. Esta é a razão do chamado para assumir um compromisso com o Reino de Deus. Temos a missão de implantar o Reino no terreno inimigo e resgatar os cativos de Satanás, trazer de volta para o homem a sua dignidade e sua verdadeira identidade como filho de Deus.

O Propósito dos Estudos

Estes estudos bíblicos vão tratar especificamente de cada um dos pontos do resumo que acabou de ler, ampliando os conceitos e esclarecendo as dúvidas.


Faça seu Pedido de Oração Aqui!

Postagens populares

VIU? TODO MUNDO VÊ - ANUNCIE SUA EMPRESA AQUI



























LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Publicidade: